segunda-feira, 28 de novembro de 2011

METABOLISMO ANAERÓBICO X AERÓBICO

Primeiramente, metabolismo é o caminho que o nosso corpo faz para produzir e utilizar energia. Nós temos basicamente duas formas para obtenção de energia: pelo metabolismo anaeróbio e pelo metabolismo aeróbio. Essas duas vias formam uma combinação de sistemas de energia que abastecem o combustível necessário para o exercício, de acordo com a duração do exercício e sua intensidade determinando qual das vias será utilizada.


Metabolismo Anaeróbio:

É o processo químico e fisiológico que o corpo faz para produzir energia sem a utilização de oxigênio. Temos dois mecanismos para não utilização de oxigênio:
  • Mecanismo da Fosfocreatina (alático)



O caminho de energia ATP-CP (chamado de sistema creatina fosfato) fornece cerca de 10 segundos de energia e é usada para tiros curtos de exercício, como uma corrida de 100 metros rasos ou musculação. Este caminho não requer nenhum oxigênio para gerar ATP. Ele primeiro utiliza qualquer ATP armazenado no músculo (nos primeiros 2-3 segundos de exercício intenso) e, em seguida, ele usa a creatina fosfato (CP) para ressintetizar ATP até o CP acabar (dos 6-8 segundos). Como as reservas de creatina fosfato no músculo são muito limitadas, depois que o ATP e CP são usados ​​o corpo vai passar para o metabolismo aeróbio ou anaeróbio (lático) para continuar a formar ATP para o exercício. 
  • Mecanismo da Glicogenólise (lático)

A via de energia anaeróbica, ou glicólise, forma ATP a partir do glicogênio armazenado no músculo sem a utilização de oxigênio. É um sistema mais complexo que o da creatina fosfato que consite na progressiva degradação d glicogênio de modo a fornecer energia pra que duas moléculas de ácido fosfórico se unem a outras duas moléculas de ADP (processo chamado de fosforilação) obtendo novas moléculas de ATP. Como resíduos dessa reação temos duas moléculas de água e outras duas de ácido lático. Esse mecanismo é usado para exercícios de alta intensidade e não duram mais do que alguns minutos antes de o ácido láctico-up atingir um limite conhecido como o limiar de lactato que provoca dores musculares, sensação de queima do músculo e fadiga, tornando difícil manter tal intensidade.

Os ácidos láticos que irão se acumular nos músculos durante o metabolismo anaeróbico devem ser eliminados. Você pode fazer isso mudando para uma atividade que vai levar ao metabolismo, como por exemplo, passar algum tempo andando por aí, em vez de se sentar ou ficar parado.


Metabolismo Aeróbio:
No metabolismo aeróbico são sintetizadas moléculas de ATP necessárias para a atividades de longa duração. Ele usa o oxigênio para converter os nutrientes (carboidratos, gorduras e proteínas), para ATP. Este sistema é um pouco mais lento do que os sistemas anaeróbios, dependendo do sistema circulatório para o transporte de oxigênio para os músculos para tal produção de energia. Utilizado principalmente durante exercícios de resistência, que é geralmente menos intensa e pode continuar por longos períodos de tempo.

Os ácidos graxos e o glicogênio são clivados formando substratos para o ciclo do oxalacetato. Os elétrons vão para a cadeia transportadora de elétrons e são ser captado por moléculas de oxigênio não mitocôndria. Esse processo é capaz de ressintetizar em média 36 moléculas de ATP para cada molécula de glicose. Seu limiar é a quantidade de oxigênio transportado para as mitocôndrias.
                                                 
                                                                                                 Nathan Rocha

9 comentários:

  1. Muito obrigada por postar isso. As imagens me ajudaram bastante num trabalho escolar :)

    ResponderExcluir
  2. Obrigada! Esta demonstrado de forma clara e objetiva.

    ResponderExcluir
  3. Valeu a pena você ter dedicado o seu tempo em postar essa matéria. Pessoas como você, é que fazem a diferença na educação. Obrigado.

    ResponderExcluir
  4. muito bom atravé deste consegui entender melhor as 2 vias .

    ResponderExcluir
  5. No processo aerobio voce não explicou muto bem com no anerobio mas esta razoavel

    ResponderExcluir
  6. Adorei!
    Muito boa explicações me ajudou muito.

    ResponderExcluir